É mais um episódio na triste e lamentável guerra das patentes. Que pode ser legítima mas coloca medo na inovação e criatividade e retira capacidade de desenvolvimento ao sector das tecnologias. Hoje mal se pode dar um passo sem temer levar com um processo judicial em cima por violação de uma qualquer mais ou menos obscura patente.

Galaxy_Tab_101

A Apple obteve uma vitória importante nos vários conflitos judiciais que mantém com a Samsung por alegada violação de patentes. A empresa da maçã conseguiu que um tribunal alemão determina-se a proibição, temporária, da empresa coreana vender o seu novo Galaxy Tab 10.1 no espaço da União Europeia. Com uma excepção, a Holanda.

A ordem partiu de um tribunal de Dusseldorf. A Samsung já adiantou que vai recorrer.

Este caso surge uma semana depois da Samsung ter sido forçada a adiar o lançamento do seu tablet na Austrália, pelas mesmas razões.

O que diz a Apple? Que os tablets da Samsung copiam “cegamente” o iPhone e o iPad.

Que diz a Samsung? Que é mentira e que quem violou patentes foi a Apple. Daí trocaram processos.

Em breve a Samsung vai levantar a proibição mas, entretanto, a Apple ganhou tempo e a empresa coreana perdeu vendas.

Apesar destes braços de ferro, as duas empresas continuam a trabalhar juntas. A Samsung continua a ser uma das fornecedoras de peças para os dispositivos da Apple. Aliás, através do Digitimes ficamos a saber que a empresa de Cupertino voltou a recorrer à adversária coreana para comprar mais ecrãs, depois de ter cortado as ordens de encomenda junto da LG Display por alegados problemas de qualidade.

Jornalista. Com alegado sentido de humor e uma certa mania de gostar de tecnologias, brinquedos tecnológicos e coisas assim. Seguir @josefreitas No Google +
José Freitas
Artigos de José Freitas

Pub