HP recupera TouchPad para mais uma remessa… ou talvez não

por José Freitas em 31 de Agosto de 2011

É o fim da linha. Bom, talvez não. Se calhar… Em rigor não sabemos bem o que fazer.

Assim anda a HP nos últimos tempos. E o culpado é o TouchPad.

A empresa encheu o peito de ar e anunciou há uns meses que tinha em mãos o produto que iria medir forças com o iPad. Lançado tablet, o tal TouchPad, bastaram umas semanas para o sonho cair mais depressa que um castelo de cartas. Foi um fracasso de vendas. Ninguém lhe pegou. Bem, não foi bem ninguém, algumas pessoas compraram.

HP-TouchPad_3108

Com as vendas estagnadas, os retalhistas ameaçaram a empresa: os recolhe os tablets ou paga o espaço de armazenamento. A HP baixou os braços e anunciou que desistia dos tablets e smartphones, que iria vender ou licenciar o sistema operativo WebOS e quanto ao ramos do fabrico de computadores, era coisa para se pensar.

Os engenheiros da empresa, consta, ficaram estarrecidos ao instalar o WebOS num iPad (crackado) e verificaram que corria duas vezes mais rápido que no TouchPad. Algo capaz de abalar qualquer um.

Vai daí, faz um saldo para liquidar o stock. O preço foi esmagado, houve quem o oferece-se na compra de televisões. Foi o sucesso. Um sucesso tal que a HP anuncia agora que vai produzir mais um lote de dispositivos, antes de fechar as portas do TouchPad. Não sabem ainda quantos serão feitos, nem quando estarão prontos a distribuir. Mas vão ser feitos. A não ser que mudem de ideias outras vez.

Certo é que a HP tem perdido muito dinheiro com isto. Os dados apontam para que uma unidade de 32GB tenham um custo de produção de 318 dólares. E foram vendidos a cerca de 200 dólares. Então porque fazer mais unidades se é para perder dinheiro? Para limpar o stock de peças, refere o Guardian.

Isto, depois de Todd Bradley, chefe da divisão de PCs da HP ter dito à Reuters que o TouchPad pode ser ressuscitado.

Se alguém souber o que se passa na HP, é favor informar.

Jornalista. Com alegado sentido de humor e uma certa mania de gostar de tecnologias, brinquedos tecnológicos e coisas assim. Seguir @josefreitas No Google +
José Freitas
Artigos de José Freitas

Pub

Os comentários não estão autorizados.