O Android está muito fragmentado? Está, pois

por José Freitas em 18 de Maio de 2012

O facto do Android ser uma plataforma aberta, passível de ser utilizado como sistema operativo por diversas marcas, tem coisas boas e outras más.

Entre as boas está, por exemplo, o amplo grau de personalização que os utilizadores podem usufruir – e todos sabemos o quanto as pessoas gostam de colocar o seu telefone ou tablet ao seu gosto pessoal, seja mais ou menos conservador ou bizarro. Uma circunstância que ajudou, e muito, o Android a crescer.

android_fragmentacao1

Entre as más está, por exemplo, a enorme fragmentação do sistema, que deriva das alterações e camadas de software próprio que as marcas lhe aplicam.

Ora, a OpenSignalMaps recorreu a informação dos mais de 680 mil dispositivos que descarregaram o seu software nos últimos seis meses para construir uma imagem do que é hoje o Android. Há quase quatro mil dispositivos diferentes a usarem a sua aplicação, apesar de cada ROM personalizada contar como um equipamento diferente. O mais popular, dizem, é o Samsung Galaxy S II (é o GT-I9100 que surge a verde no gráfico acima). Quanto à versão, o Android 2.3 Gingerbread domina.

É claro que esta análise tem apenas em conta quem descarregou e instalou o software da OpenSignalMaps mas serve de referêncial.

android_fragmentacao2

Jornalista. Com alegado sentido de humor e uma certa mania de gostar de tecnologias, brinquedos tecnológicos e coisas assim. Seguir @josefreitas No Google +
José Freitas
Artigos de José Freitas

Pub

Os comentários não estão autorizados.